Desporto

LC: Bayern e 'Barça' fecham 'quartos' em dia de Messi 'centenário'

LC: Bayern e 'Barça' fecham 'quartos' em dia de Messi 'centenário'

FC Barcelona e Bayern qualificaram-se hoje para os quartos de final da Liga dos Campeões de futebol, completando-se assim o lote final de oito, só com espanhóis, ingleses, italianos e alemães e quase sem 'surpresas'.

Na segunda mão dos 'oitavos', Messi chegou ao 100.º golo na prova e comandou o 'Barça' na vitória por 3-0 ao Chelsea, enquanto que o Bayern foi a Istambul bater o Besiktas por 3-1, para a 11.ª vitória consecutiva de Jupp Heynckes, um recorde.

FC Barcelona e Bayern são dois dos cinco clubes na prova que já levantaram o troféu, a par de Real Madrid, Liverpool e Juventus. Completam o lote Roma, Tottenham e Sevilha.

No Camp Nou, a derrota pesada do Chelsea é enganadora, já que os ingleses deram muita luta e até enviaram duas bolas aos 'ferros'. Faltou qualidade na finalização - ao contrário dos catalães, superiormente eficazes.

O argentino Lionel Messi voltou a ser a estrela maior do confronto, ao marcar aos dois minutos e aos 60. Foram os seus golos número 99 e 100 na prova.

Messi firma-se como o segundo goleador de sempre na 'Champions', só atrás de Cristiano Ronaldo, que já vai nos 117.

Ousmane Dembelé, aos 20 minutos, fez o outro dos golos da equipa de Barcelona, assistido por Messi, chegando o Barcelona pela 11.ª vez consecutiva a esta fase da prova, sempre como um dos principais favoritos.

André Gomes foi o português no jogo, um dia depois de uma entrevista em que assumiu ter 'vivido um inferno' nos últimos meses em Barcelona. Entrou aos 61 para o lugar de Busquets e teve um jogo regular, sem falhas nem grandes 'rasgos', a suscitar aplausos dos adeptos.

Muito mais fácil foi o apuramento do Bayern, na Turquia, muito por força do confortável avanço de 5-0 da primeira mão.

A vitória, por 3-1, eleva Heynckes, o treinador dos bávaros, ao topo dos mais vitoriosos, com 11 triunfos consecutivos em jogos da 'Champions'. Desempata do holandês Louis van Gaal, que tem dez.

O Besiktas, com Ricardo Quaresma a titular, entrou em campo pura e simplesmente derrotado de antemão, ciente de que não se anula uma desvantagem tão grande ante o Bayern.

A única contrariedade para os germânicos acaba por ser a lesão de Thiago Alcântara, o marcador do primeiro golo do jogo, aos 18 minutos.

Gonul fez o autogolo que elevou para 2-0, aos 46 minutos, e, aos 84, Sandro Wagner fez o terceiro dos visitantes, já depois de Vagner Love ter apontado para os locais, aos 59.

O sorteio dos quartos de final realiza-se na sexta-feira, em Nyon, Suíça, na sede da UEFA.