Desporto

LC: Juventus - Sporting (declarações)

LC: Juventus - Sporting (declarações)

Declarações à SportTV após o Juventus-Sporting (2-1), jogo da terceira jornada do Grupo D da Liga dos Campeões de futebol, realizado em Turim (Itália):

Jorge Jesus (treinador do Sporting): "O Palhinha entrou e o Sporting sofreu o golo logo a seguir, mas o Palhinha fez aquilo que eu lhe mandei fazer e bem e controlou bem. Nós estancámos aquele triângulo do meio campo da Juventus, que estava fresco com a entrada do Matuidi. Senti que era preciso parar ali o corredor central da equipa da Juve e conseguimos fazê-lo [com a entrada do Palhinha]. O golo da Juventus não teve nada a ver com o Palhinha.

[Sobre o segundo golo da Juventus] Estas equipas são melhores porque nestes momentos os jogadores de qualidade têm o feeling de se saber colocar e esperar pelo momento de poder finalizar.

Nós tínhamos a convicção de que, ganhando ou empatando, estávamos mais perto de poder passar esta fase de grupos, num grupo em que toda a gente nos pôs fora. Ainda não estamos fora, porque temos o jogo de Lisboa, em que podemos ganhar à Juventus.

O resultado não foi positivo, mas o Sporting, mais uma vez, demonstrou para todo o mundo, perante uma das melhores equipas, que não foi inferior à Juventus".

Bruno Fernandes (jogador do Sporting): "Começámos muito bem o jogo, encontrámos o golo rapidamente. Eles, com um excelente livre, conseguiram chegar ao empate e isso foi fundamental, deu-lhes força. Na segunda parte, o jogo foi equilibrado. Tivemos algum azar no golo sofrido, mas tudo bem. Agora há que retirar lições deste jogo e começar a preparar o próximo jogo.

Nesse lance [que deu o segundo golo à Juventus], há um bloqueio sobre mim, que o árbitro não vê e que permite ao Douglas Costa cruzar.

Nós jogaremos cara a cara com qualquer equipa, não temos problemas de defrontar qualquer equipa, porque nós também somos uma grande equipa".

Rui Patrício (jogador do Sporting): "Desde o primeiro minuto que podíamos ganhar, mas depois acabámos por sofrer um golo perto do final. Custa sempre um bocado, porque depois do que fizemos, merecíamos, pelo menos, o empate. Há que tirar ilações do jogo que fizemos e preparar o próximo jogo.

Durante 90 minutos é difícil termos o controlo total do jogo. E foi o que aconteceu, acabámos por sofrer o golo.

Agora jogamos em casa. O objetivo do Sporting em cada jogo é ganhar. O próximo em casa vamos preparar bem para poder ganhar".

Piccini (jogador do Sporting): "A Juventus é uma das melhores equipas que há, neste momento, no mundo. Nos últimos três anos, esteve duas vezes na final da Liga dos Campeões. E nós vamos continuar a fazer o nosso trabalho, já a olhar para o próximo jogo.

[Sobre o golo que deu a vitória à Juventus] Quando jogas com estas equipas, é assim. Se tens um momento em que não estás completamente concentrado, sofres um golo.

Na nossa casa vamos ter os nossos adeptos que nos vão ajudar a sermos melhores e que nos vão ajudar a ganhar".

Douglas Costa (jogador da Juventus): "Foi um jogo em que tivemos muitas dificuldades, porque o Sporting pressiona muito bem, tem jogadores rápidos.

O Sporting tem uma excelente equipa, mas nós também temos excelentes jogadores. Acho que fomos felizes e estamos no caminho certo.

Eles pressionaram bastante e a pressionar assim é difícil, mas conseguimos a vitória, que é o mais importante".