O Jogo ao Vivo

Desporto

Mundial2018: Luz reforça estatuto de palco dos apuramentos, com sexto em 13

Mundial2018: Luz reforça estatuto de palco dos apuramentos, com sexto em 13

O Estádio da Luz, em Lisboa, reforçou hoje o estatuto de palco dos jogos de apuramento da seleção portuguesa de futebol para fase finais de grandes competições, ao 'selar' a sexta qualificação lusa.

Na casa do Benfica, Portugal estava obrigado a vencer a Suíça para conseguir o apuramento direto para o Mundial da Rússia, em 2018, e não falhou, ao ganhar por 2-0, com um autogolo de Djourou e um golo de André Silva.

A formação das 'quinas' manteve, assim, o pleno de triunfos em jogos decisivos na Luz, onde já havia assegurado lugar no Europeu de 2012, bem como, no anterior estádio, nos Europeus de 1984, 1996 e 2000 e no Mundial de 2002.

A primeira vez que a Luz 'acendeu' um apuramento luso, o primeiro para um Europeu (1984), aconteceu a 13 de novembro de 1983: bastou um penálti de Jordão, 'cavado' por Chalana, aos 42 minutos, para conseguir a indispensável vitória sobre a União Soviética (1-0).

Doze anos depois, bastava um empate face á República da Irlanda para chegar ao Europeu de 1986 e Portugal não facilitou, vencendo por 3-0, numa noite de chuva, com tentos de Rui Costa, Hélder Cristóvão e Jorge Cadete.

Para lograr entrada direta no Euro2000, como 'rei' dos segundos classificados, a seleção nacional precisava de ganhar à Hungria por 3-0 e a Luz voltou a festejar, graças a golos de Rui Costa, João Vieira Pinto e Abel Xavier, este já depois de uma 'infantil' expulsão de Pauleta, aos 42 minutos.

Dois anos depois, a Luz 'assistiu' pela primeira vez a um jogo decisivo rumou a um Mundial e voltou a ser talismã, numa tranquila goleada à Estónia, selada com um 'bis' do suplente Nuno Gomes e tentos de João Pinto, Pauleta e Figo.

Uma década depois, já no novo Estádio da Luz, Portugal jogou frente à Bósnia-Herzegovina o apuramento para o Europeu de 2012, depois de já ter empatado 0-0 fora, na primeira mão do 'play-off', e goleou por 6-2.

A 15 de novembro de 2011, Portugal adiantou-se logo aos oito minutos, por Cristiano Ronaldo, que viria a 'bisar', aos 53, e nunca perdeu o comando do marcador, num jogo em que Hélder Postiga também 'bisou' e Nani e Miguel Veloso apontaram os restantes golos. Os bósnios ainda reduziram por 2-1 e 3-2.

Selado, hoje, o sexto apuramento, a 'casa' do Sport Lisboa e Benfica reforçou o estatuto de palco privilegiado dos apuramentos, ao ostentar seis dos 13 conseguidos pela principal seleção portuguesa de futebol.

Portugal qualificou-se mais quatro vezes em solo luso, para um total de 10, duas vezes no estádio do FC Porto, as Antas, para o Mundial de 1966, e o Dragão, para o Europeu de 2008, uma em Aveiro (Mundial2006) e outra em Braga (Euro2016).

Na história do futebol luso, estão também as cidades de Estugarda, na Alemanha, Zenica, na Bósnia-Herzegovina, e Solna, na Súecia, onde Portugal se qualificou para os Mundiais de 1986, 2010 e 2014, respetivamente.