Economia

Novo PR angolano acerta cooperação com a China em audiência com embaixador

Novo PR angolano acerta cooperação com a China em audiência com embaixador

O novo Presidente angolano, João Lourenço, recebeu hoje o embaixador da China em Angola, encontro que serviu para passar em revista a relação de amizade e cooperação económica entre os dois países.

Em declarações à imprensa, no final do encontro, Cui Aimin classificou como "amistosa, sincera e pragmática" a audiência, que serviu igualmente para o aprofundamento do desenvolvimento da cooperação sino-angolana.

"Fizemos uma retrospetiva do desenvolvimento da amizade sino-angolana e também fizemos uma discussão profunda no sentido do desenvolvimento da cooperação pragmática, especialmente o desenvolvimento da cooperação de financiamento e de investimento entre os dois países", disse.

O diplomata chinês sublinhou que o encontro permitiu ainda abordar ações concretas da cooperação entre os dois países, adiantando que iniciará contactos e intercâmbios com os departamentos competentes de Angola para que se possa "o mais cedo possível alcançar os resultados esperados".

Cui Aimin reiterou a abertura do Governo chinês para ajudar Angola a desenvolver a diversificação económica, especialmente nas áreas como a agricultura, industrialização, formação dos recursos humanos e saúde.

"A parte chinesa apela para que a parte angolana despache mais políticas favoráveis e atraentes, para atrair mais investidores chineses, especialmente investimentos privados", disse.

A China é o maior financiador de Angola e só em 2015 atribuiu uma nova linha de financiamento para obras públicas no país africano, superior a quatro mil milhões de euros.

Este tipo de financiamento é amortizado por Angola com a entrega de petróleo bruto, sendo a China o principal cliente do crude angolano.