Nacional

Prémio Literário Correntes d'Escritas conta com 14 finalistas

Prémio Literário Correntes d'Escritas conta com 14 finalistas

O Prémio Literário Casino da Póvoa, do Correntes d'Escritas, conta este ano com 14 obras finalistas no âmbito da ficção, depois de uma seleção de 140 livros que foram a concurso.

Assim, concorrem ao prémio final, no valor de 20 mil euros, Rentes de Carvalho com "O Meças", Jaime Rocha com "Escola de Náufragos", Ana Teresa Pereira com "Karen", Isabela Figueiredo com "A Gorda", Bruno Vieira Amaral com "Hoje Estarás Comigo no Paraíso", Ana Margarida de Carvalho com "Não se Pode Morar nos Olhos de Um Gato", João Ricardo Pedro com "Um Postal de Detroit", Djaimilia Pereira de Almeida com "Esse Cabelo" e João Pedro Porto, autor de "A Brecha".

A lista de finalistas contempla, ainda, o moçambicano João Paulo Borges Coelho por "Água", o brasileiro Julián Fuks por "A Resistência", os espanhóis Enrique Vila-Matas por "Marienbad Eléctrico" e Juan Marsé por "Essa Puta tão Distinta", bem como o colombiano Juan Gabriel Vásquez, escritor de "A Forma das Ruínas".

A decisão final do júri, composto por Fernando Pinto do Amaral, José Mário Silva, Maria de Lurdes Sampaio, Teresa Martins Marques e Javier Rioyo, será conhecida na sessão de abertura do Correntes d'Escritas, agendada para 21 de fevereiro, no Casino da Póvoa de Varzim.

No ano passado, o vencedor do galardão máximo deste encontro de escritores de expressão ibérica foi Armando Silva Carvalho, com a obra poética "A Sombra do Mar".

A 19.ª edição do Correntes d'Escritas acontece na cidade da Póvoa de Varzim entre 20 e 24 de fevereiro, reunindo mais de 140 escritores de expressão ibérica, que vão participar num extenso programa de atividades, com o intuito da promoção do livro e da leitura.