Internacional

Principal grupo chinês de lacticínios anuncia liquidação por endividamento excessivo

Principal grupo chinês de lacticínios anuncia liquidação por endividamento excessivo

O maior grupo chinês do setor dos lacticínios, o Huishan Dairy, anunciou hoje que pediu aos advogados para liquidar a empresa, devido ao seu alto nível de endividamento, e após o desaparecimento da esposa do presidente.

Segundo uma declaração enviada à bolsa Hong Kong, a administração da empresa concluiu, com base na informação financeira, que o passivo do grupo ascende a 10.500 milhões de yuan (1.342 milhões de euros).

"A firma instruiu os assessores legais da empresa nas Ilhas Caimão que preparem a respetiva documentação para avançar com uma liquidação provisional", lê-se no comunicado.

Em junho passado, a empresa reconheceu que faltavam 2.400 milhões de yuan (312 milhões de euros) nas sua contas bancárias, agravando o seu endividamento, manifestado após o desaparecimento da responsável pelas finanças do grupo, Ge Kun.

Ge é a esposa do presidente e o principal acionista da empresa, Yang Kai, e anunciou a sua saída via correio eletrónico, em março passado, justificada pelo "stress laboral", mesmo antes de se conhecer a débil situação financeira do grupo.

"Após o desaparecimento de Gen Kun, o grupo enfrentou tremendas dificuldades para preparar a sua contabilidade", explicou então o Huishan Dairy, num comunicado enviado à praça financeira de Hong Kong.

O Huishan é uma das maiores empresas da província de Liaoning, nordeste do país, e emprega cerca de 40.000 trabalhadores.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG