Economia

Web Summit: Medina presenteia fundador com astrolábio, que marca uma nova aventura

Web Summit: Medina presenteia fundador com astrolábio, que marca uma nova aventura

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, ofereceu hoje um astrolábio a Paddy Cosgrave, o fundador da conferência de tecnologia e empreendedorismo Web Summit, que simboliza uma aventura, a par dos descobrimentos.

Medina subiu hoje ao palco da Websummit, ao lado do fundador e do primeiro-ministro, António Costa, para dar as boas-vindas a todos os participantes da conferência naquela que "é também a vossa casa", disse.

"Espero que tenham tempo para conhecer melhor a cidade, senti-la, amá-la e vivê-la como um amigo", disse o presidente da Câmara, dirigindo-se aos participantes em inglês.

PUB

Ao oferecer o astrolábio, um instrumento utilizado pelos navegadores durante os descobrimentos portugueses, Medina apontou que a prenda é "em nome da cidade, em nome de todos", que simboliza duas coisas.

"Lisboa era a capital do mundo há cinco séculos, daqui partiram rotas para descobrir novos mundos, novas pessoas, novas ideias. De Lisboa partiu uma grande aventura que conectou a raça humana", apontou.

Hoje renova-se a aventura a partir de Lisboa, continuou o presidente, apontando que a parceira de Lisboa com a Websummit "é a longo prazo".

"Há 500 anos os navegadores cruzaram os mares. Hoje são vocês, os engenheiros, os empreendedores, os criadores, os inovadores, as start-ups, todas as empresas", disse o socialista aos 15 mil presentes.

Fernando Medina aproveitou também para marcar o caráter acolhedor da sociedade lisboeta e portuguesa, atirando que "a inovação que Lisboa atravessou há 500 anos deveu-se ao facto de a cidade e Portugal terem uma sociedade aberta".

Apontando que Lisboa "era o local para aqueles que escapavam a outras partes do mundo", o presidente elencou que o próprio astrolábio "foi desenvolvido por alguém que fugia de Espanha naquela altura".

Medina quis deixar então a mensagem de que é importante "para o futuro manter todas as sociedades e as cidades abertas".

"Liberdade, tolerância, diversidade, capacidade de compreensão e de falarmos uns com os outros são os valores de Lisboa e os valores que queremos manter", vincou.

Já no ano passado, o líder do executivo tinha oferecido a Paddy Cosgrave a chave da cidade.

A Web Summit decorre até quinta-feira, no Altice Arena (antigo Meo Arena) e na Feira Internacional de Lisboa (FIL), em Lisboa.

Segundo a organização, nesta segunda edição do evento em Portugal, participam 59.115 pessoas de 170 países, entre os quais mais de 1.200 oradores, duas mil 'startups', 1.400 investidores e 2.500 jornalistas.

A cimeira tecnológica, de inovação e de empreendedorismo nasceu em 2010 na Irlanda e mudou-se em 2016 para Lisboa por três anos, com possibilidade de mais dois de permanência na capital portuguesa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG