Média

Australiano David Rowe vence World Press Cartoon 2011

Australiano David Rowe vence World Press Cartoon 2011

O australiano David Rowe é o vencedor do World Press Cartoon 2011, com "Wikileaks and Uncle Sam".

Anunciado, sexta-feira à noite, numa cerimónia no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, o cartoon vencedor, que satiriza "um dos temas mais quentes de 2010", foi publicado em Dezembro de 2010 no jornal australiano The Sun-Herald, tendo conquistado o Grand Prix e o primeiro lugar na categoria de Cartoon Editorial do certame de humor gráfico de imprensa.

Na mesma categoria, o polaco Pawel Kuczynski conquistou o segundo lugar, com o cartoon "Made in China", e Alecus, cartoonista mexicano que trabalha em El Salvador, ficou na terceira posição, com o desenho "Chilean Miners".

João Vaz de Carvalho e Santiagu foram os portugueses mais em destaque nesta sétima edição do World Press Cartoon, premiados na categoria Caricatura, com os 1.º e 3.º lugares respectivamente.

O trabalho de João Vaz de Carvalho é um retrato do rei D. João I, publicado em abril do ano passado na revista Notícias Magazine, no âmbito de uma reportagem sobre os reis e as rainhas. Já o trabalho de Santiagu é uma Madre Teresa de Calcutá desenhada para o semanário Repórter do Marão.

Na categoria Desenho de Humor, o grande vencedor foi o brasileiro Samuca, cujo cartoon "Pedophilia" foi publicado no Diário de Pernambuco, do Recife.

O júri internacional, presidido pelo cartoonista António e integrando o britânico Ralph Steadman, considerado um dos melhores cartoonistas do mundo, Anita Kunz, ilustradora e professora de artes plásticas do Canadá, Alessandro Gatto, pintor e artista gráfico italiano muito premiado, e a belga Cecile Bertrand, cartoonista do jornal La Libre Belgique, analisou um total de 822 desenhos, de 462 autores, publicados em jornais e revistas de cerca de 70 países.

A exposição World Press Cartoon Sintra 2011, que apresenta 401 obras, está patente a partir de sábado e até 30 de Junho, no Sintra Museu de Arte Moderna, de terça-feira a domingo, entre as 10 e as 18 horas, com entrada livre.