Média

Patrão infiltra-se na sua empresa em "reality show"

Patrão infiltra-se na sua empresa em "reality show"

A estação espanhola Antena 3 prepara um programa de telerrealidade cujo conceito consiste na colocação de um administrador no interior da sua própria empresa com o objectivo de conhecer o seu funcionamento. "O chefe", o nome dado ao programa, sustenta-se das imagens recolhidas durante a semana em que este, disfarçado, foi realizando as mais difíceis tarefas.

O objectivo do formato não é vigiar os funcionários, pelo contrário, foca-se no superior hierárquico, na sua capacidade adaptativa ao universo dos empregados, e enquanto isso este sente na pele as condições de trabalho e inquietações dos profissionais.

Num dos episódios da versão norte-americana, exibida pela CBS, o patrão descobre desta forma o brio aplicado às tarefas por um dos seus empregados de limpeza, e para o compensar, resolve promovê-lo.

A mecânica do formato é simples: o chefe passa uma semana acompanhado por câmaras dentro da sua firma e, por fim, reúne com todos aqueles com quem interagiu para falar da sua experiência. Aos que reconhece talento, aproveita então para agradecer com recompensas. Na maior parte dos casos, a acção passa-se em multinacionais gigantes, daí que se perceba o facto de os empregados não conhecerem o rosto do "patrão".

Nos Estados Unidos, este modelo de programa tem tido um êxito estrondoso. Bateu, inclusive, um recorde histórico entre formatos da mesma categoria: converteu-se no "reality show" mais visto na estreia, ao registar 38,6 milhões de espectadores. Na Austrália foi líder de audiência no seu horário. "O chefe" foi criado por Stephen Lambert, e estreou em 2009, no Reino Unido no Channel 4.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG