Autárquicas 2013

Candidatos do PS e da CDU em Beja considerados inelegíveis

Candidatos do PS e da CDU em Beja considerados inelegíveis

A juíza do Tribunal Judicial de Beja decidiu, esta sexta-feira, declarar inelegíveis os cabeças de lista do PS e da CDU, depois de analisar um alerta do BE que apontava para uma violação da Lei de Limitação de Mandatos. A juíza chegou a decidir em sentido contrário, antes de apreciar as alegações dos bloquistas, mas veio agora rever a situação e já terá pedido aos dois partidos para substituírem os candidatos à Câmara de Beja.

Em Beja, o BE não apresenta candidatura, mas apoia a lista do grupo de cidadãos "Por Beja com Todos". À luz da lei não pode impugnar candidaturas concorrentes.

Mas um membro do partido fez chegar um alerta ao tribunal ao abrigo do n.º2 do artigo 25 da Lei Eleitoral Autárquica. Um alerta que a juíza deixou para apreciar mais tarde. Segundo fonte do BE, o alerta começou a ser analisado quarta-feira e traduziu-se agora numa alteração à decisão judicial.

Pulido Valente foi eleito em dois mandatos consecutivos, em Mértola, pelo PS, e abandonou o segundo em 2008 para integrar o Conselho de Administração da EDIA. Em 2009, foi o candidato dos socialistas, à Câmara de Beja, onde cumpre o seu terceiro mandato autárquico.

João Rocha, da CDU, esteve à frente dos destinos de Serpa quase 33 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG