Autárquicas 2013

Ferreira Torres candidato no Marco de Canaveses

Ferreira Torres candidato no Marco de Canaveses

O antigo presidente da Câmara do Marco de Canaveses, Avelino Ferreira Torres, revelou esta segunda-feira, à agência Lusa, que vai ser o candidato do CDS à liderança daquele município nas eleições autárquicas deste ano.

A decisão foi tomada depois de a concelhia democrata-cristã ter aprovado, no domingo, por unanimidade e aclamação, o convite ao antigo presidente da edilidade.

"É uma honra muito grande para mim. Com um convite destes, não posso dizer que não, apesar de a minha família não o desejar", comentou.

Para Avelino Ferreira Torres, a decisão de concorrer, mais uma vez, às eleições também acontece porque, observou, o "povo do Marco merece muito".

"Deram-me sete vitórias consecutivas", recordou, destacando a relação de "grande proximidade" que sempre manteve com os munícipes.

O candidato, que assumiu em dezembro a liderança da concelhia do CDS, recusa entendimentos com outros partidos, frisando que a única coligação que aceita "é com os eleitores".

"Isto é uma coligação indestrutível. Podem contar comigo. Em 1982 [quando foi eleito pela primeira vez] também ninguém acreditava, mas conseguimos ganhar", recordou.

Avelino Ferreira Torres, atualmente com 67 anos, encabeçou, em 2009, uma lista independente, acabando por ser a segunda força mais votada, numas eleições que foram ganhas pelo PSD, com maioria absoluta.

Perspetivando as eleições deste ano, Avelino Ferreira Torres disse haver melhores condições para a obtenção da vitória, lembrando que, há três anos, houve uma segunda lista independente, da sua área política, que reuniu cerca de 3.000 votos.

Avelino Ferreira Torres deixou a presidência da Câmara em 2005, para se candidatar, como independente, ao vizinho município de Amarante, de onde é natural, acabando por perder as eleições daquele ano, ganhas pelo PS.

Em 2009, regressou ao Marco de Canaveses com uma candidatura independente, designada "Marco Confiante com Ferreira Torres", acabando por conseguir eleger dois vereadores, sendo atualmente a maior força da oposição.

Naquele concelho, também já é oficial a recandidatura, pelo PSD, de Manuel Moreira, atual presidente do município.

O PS ainda não anunciou o seu candidato.