Concelho Vila Nova de Gaia

Aguiar ultrapassa PS no jogo dos empates

Aguiar ultrapassa PS no jogo dos empates

Guilherme Aguiar e o socialista Eduardo Vítor Rodrigues continuam empatados, embora o independente esteja agora à frente. A sondagem JN para Gaia regista ainda o crescimento do candidato do PSD/CDS.

Mentiríamos se disséssemos que está tudo na mesma em Gaia, comparando este estudo de opinião, feito para o JN pela Eurosondagem, com o publicado no início de junho. Mas a verdade é que não se verificam alterações bombásticas. Os dois candidatos mais bem colocados continuam a ser José Guilherme Aguiar, que encabeça o "Movimento Juntos por Gaia", e Eduardo Vítor Rodrigues, do PS. O empate mantém-se, mas há uma inversão de posições. O independente obtém agora 30,6% das intenções de voto (perdeu uma décima em relação à sondagem anterior), enquanto o socialista sofreu uma queda maior (2,2%), ficou com 30% e perdeu a liderança.

A perseguição à dupla da frente está a ser movida por Carlos Abreu Amorim, o candidato que mais cresceu nesta sondagem, passando de 22,7 para 24,8%. A esta subida não é, seguramente, alheia a intensificação das ações de campanha e um maior afastamento do também deputado da atividade parlamentar do seu partido. Seja como for, quando faltam apenas dois meses para as eleições autárquicas, sobra muito pouco tempo para a coligação recuperar e conservar a Câmara que é liderada por Luís Filipe Menezes há quatro mandatos consecutivos.

Menos indecisos

Sendo esta uma leitura lógica dos resultados da sondagem, mais difícil é antecipar a evolução dos dois candidatos da frente. Eduardo Vítor Rodrigues beneficia da máquina partidária do PS e da circunstância de o concelho ser tradicionalmente socialista, como se comprova nas eleições legislativas. Já José Guilherme Aguiar tem a seu favor o mediatismo e o facto, que não pode ser ignorado, de ter sido a primeira escolha de Menezes e de ter integrado a sua equipa, como vereador e presidente de uma empresa municipal.

Há um outro dado que pode ser lido como favorável ao conhecido comentador desportivo. Está no terreno há muito menos tempo do que o seu principal adversário - a candidatura foi apresentada apenas no fim de maio -, e, mesmo assim, lidera.

Falta falar, ainda, dos outros dois candidatos: Jorge Sarabando, da CDU, e Eduardo Pereira, do Bloco de Esquerda. O primeiro conseguiu uma ligeira subida (três décimas) e continua a sonhar com a possibilidade de ser eleito vereador. Ao invés, o bloquista perdeu duas décimas e está, para já, afastado do Executivo camarário.

E falta falar dos indecisos. São menos agora do que na sondagem publicada em junho (passaram de 19,5% para 14,9%), sendo essa redução a justificação mais plausível para a subida de Carlos Abreu Amorim.

FICHA TÉCNICA

Estudo de opinião efetuado pela Eurosondagem, S.A., para o JN, nos dias 22, e 23 de julho de 2013. Entrevistas telefónicas, realizadas por entrevistadores selecionados e supervisionados. O universo é a população com 18 anos ou mais, residente no concelho de Vila Nova de Gaia, e habitando em lares com telefone da rede fixa. Foram efetuadas 933 tentativas de entrevistas e, destas, 122 (13,1%) não aceitaram colaborar no estudo de opinião.

A escolha do lar foi aleatória nas listas telefónicas e o entrevistado, em cada agregado familiar, o elemento que fez anos há menos tempo, e desta forma aleatória resultou, em termos de sexo, (feminino - 51,9%; masculino - 48,1%), e no que concerne à faixa etária, (dos 18 aos 30 anos - 19,7%; dos 31 aos 59 - 49,2%; com 60 anos ou mais - 31,1%) num total de 811 entrevistas validadas. O erro máximo da amostra é de 3,44%, para um grau de probabilidade de 95%.

ver mais vídeos