Autárquicas 2013

Guilherme Pinto ganha maioria absoluta em Matosinhos

Guilherme Pinto ganha maioria absoluta em Matosinhos

Guilherme Pinto foi recebido em ombros, este domingo à noite, pelos seus apoiantes debaixo de gritos de "Matosinhos, Matosinhos". "Nós hoje fizemos história", declarou.

Voz colocada, tranquilo, Guilherme Pinto falou vitorioso do resultado histórico em Matosinhos, como independente. "É uma vitória clara. Ganhamos a Câmara por maioria absoluta, elegemos os quatro presidente de junta", enumerou, calmo,em contraponto com a sala ao rubro, pronta a explodir a qualquer réstia de emoção do reeleito presidente da Câmara Municipal. "Não basta tomar de assalto um aparelho partidário para poder ganhar a população", avisou.

"Fizemos história ao demonstrar que quando os cidadãos querem, não estamos sujeitos à ditadura dos partidos", disse Guilherme Pinto, sublinhando que em Matosinhos ficou demonstrado "que os partidos, essenciais à democracia, têm que muito mudar para continuarem a corresponder às expectativas dos cidadãos".

"Não basta tomar de assalto um aparelho partidário para poder ganhar a população", avisou. "A população sabe muito bem quem quer, como quer e quem é que melhor lhe serve". Quem ouvia gostava do que ouvia. Gritava-se "Matosinhos, Matosinhos", um berro de vitória replicado na rua pelas centenas de pessoas em festa.

Mais tarde, à saída da sede, Guilherme Pinto criticou "a falta de coragem do secretário geral do PS e a falta de lucidez de José Luís Carneiro".

"Hoje, conseguimos acabar com os estereótipos e com a ideia de que o peso do símbolo dos partidos era mais importante do que as pessoas. Não são", afirmou Guilherme Pinto.

A hora era de acertos, do passado com futuro. "Conseguimos derrotar o peso do passado, um passado que achava que não havia nem presente, nem futuro sem a sua contribuição", disse. "Hoje, os matosinhenses disseram que Matosinhos lhes pertence".

Hora de vitória e de declaração de boas intenções futuras. "Matosinhos vai passar a ter um vivência tranquila. Vamos passar a discutir as nossas coisas sem que haja alguém sempre por trása tenrar deitar abaixo as nossas expectativas".

Parada reconhece grande derrota

O candidato do PS à Câmara de Matosinhos reconheceu a grande derrota nas urnas, quando as contagens já davam a maioria absoluta a Guilherme Pinto, candidato independente.

António Parada manifestou-se "boquiaberto" por ter perdido a Junta de Freguesia de Matosinhos, que liderou nos dois últimos mandatos e acusou os independentes de terem enganado o povo matosinhense.

ver mais vídeos