Autárquicas 2013

Ribau destacado em Aveiro mas Élio pode complicar-lhe a vida

Ribau destacado em Aveiro mas Élio pode complicar-lhe a vida

Ribau Esteves será o próximo presidente da Câmara de Aveiro, segundo uma sondagem exclusiva JN. Mas o ainda autarca de Ílhavo pode ter um mandato difícil, se Élio Maia votar ao lado do PS.

Os buracos das estradas do município de Aveiro não vão deixar que a eleição de Ribau Esteves (apoiado pelo PSD, CDS e PPM) para a Câmara seja um passeio, como muitos previam. E o maior "alçapão" chama-se Élio Maia, atual presidente do executivo, que vai recandidatar-se, não pelo PSD e CDS, como nos últimos dois mandatos, mas como independente. O inquérito de opinião da Eurosondagem para o JN revela que a vitória de Ribau não está em causa, longe disso, mas o atual presidente da Câmara de Ílhavo pode vir a ter a vida complicada. Isto, partindo do princípio de que o Tribunal Constitucional autoriza a candidatura de Ribau, que atingiu o limite de mandatos.

A projeção da sondagem aponta para que Ribau venha a conseguir 41,2% dos votos nas eleições de 29 de Setembro, enquanto o candidato do PS, Eduardo Feio, terá 25,9%. A diferença de 15,3% seria mais do que confortável, se a "novidade" Élio não conseguisse 18,1%. Para quem, como o atual autarca de Aveiro, conseguiu 53,7% na vitória de 2009, os 18,1% constituem um valor desastroso, mas que pode ser suficiente para dificultar a governação de Ribau, se Élio votar ao lado do PS nos assuntos mais importantes. Em termos de mandatos, a sondagem aponta para que a coligação de direita liderada por Ribau consiga quatro ou cinco vereadores, contra dois ou três do PS e dois da candidatura de Élio.

Hoje, com 16,7% de indecisos, a balança da futura oposição tanto pode ter menos um como mais um vereador do que o PSD-CDS-PPM. Parte-se do princípio de que Élio não se coligará com Ribau, como tudo indica, até devido ao desconforto que o atual autarca sentiu pela forma como decorreu a escolha do candidato do PSD-CDS.

Relativamente à primeira sondagem do JN, publicada a 2 de Junho, e na qual não entrou Élio Maia (não era candidato), todos os concorrentes caem, com exceção do escolhido pela CDU, Miguel Viegas, que mantém os fiáveis 4,9%. Ribau e Feio caem cerca de 7%, Nélson Peralta, do BE, desce 2%, e Vítor Ramalho, do PNR, 0,1%. Nenhum dos três partidos consegue eleger vereadores.

Como a percentagem de indecisos (16,7%) pouco mudou relativamente a junho (15,8%), não será arriscado afirmar que Élio terá ido buscar parte dos 18,1% ao eleitorado de Ribau Esteves e Eduardo Feio. A campanha promete.

FICHA TÉCNICA

Estudo de Opinião efetuado pela Eurosondagem, S.A., para o JN, nos dias 18 e 19 de Julho de 2013. Entrevistas telefónicas, realizadas por entrevistadores selecionados e supervisionados.

O Universo é a população com 18 anos ou mais, residente no Concelho de Aveiro, e habitando em lares com telefone da rede fixa.

Foram efetuadas 580 tentativas de entrevistas e, destas, 70 (12,1%) não aceitaram colaborar no Estudo de Opinião.

A escolha do lar foi aleatória nas listas telefónicas e o entrevistado, em cada agregado familiar, o elemento que fez anos há menos tempo, e desta forma aleatória resultou, em termos de sexo, (Feminino - 52,0%; Masculino - 48,0%), e no que concerne à faixa etária, (dos 18 aos 30 anos - 19,4%; dos 31 aos 59 - 49,4%; com 60 anos ou mais - 31,2%) num total de 510 entrevistas validadas.

O erro máximo da Amostra é de 4,32%, para um grau de probabilidade de 95,0%.

ver mais vídeos