Autárquicas 2013

Rui Moreira diz que "domingo não há meias vitórias"

Rui Moreira diz que "domingo não há meias vitórias"

"No domingo não há meias vitórias" e "acredito que vamos ganhar", afirmou, esta terça-feira, Rui Moreira, após uma arruada pela Baixa do Porto. O candidato independente à Câmara do Porto aproveitou para criticar as promessas do "candidato do Governo que não podem ser cumpridas", defendendo que a cidade "não quer ser uma anedota".

"Fomos bem recebidos, cada vez com mais gente, cada vez com a convicção de que podemos ganhar. No domingo, não há meias vitórias" e "acredito que vamos ter mais votos e que vamos ganhar", afirmou Rui Moreira aos jornalistas, insistindo que "não há vitórias morais" mas "apenas ganhar ou perder". E "o que está em jogo é o futuro da cidade do Porto".

O candidato independente lançou, por isso, a poucos dias das eleições, um apelo para que o apoio recebido se traduza agora em votos. "Este é o momento de eu apelar a todos aqueles que estão connosco: façam um esforço para levar as pessoas a votar".

Rui Moreira defendeu, depois, que "a cidade não quer ser uma anedota e as pessoas do Porto sentem-se insultadas pela forma como algumas campanhas são feitas e pelas promessas" que são lançadas.

"Tema de graçolas"

"Não queremos ser tema de graçolas por parte de pessoas que vêm aqui invariavelmente dizer coisas que sabemos que não vão acontecer. É este o sentimento da cidade, por isso estou muito otimista, muito convicto de que, no domingo, podemos de facto marcar a história do Porto", continuou o candidato independente.

Instado a concretizar as críticas, falou das "promessas que não podem ser cumpridas e que têm sido feitas em catadupa pelo candidato de um Governo" que argumenta "que temos de fazer todos os sacrifícios". E com "um primeiro-ministro que diz que não se devem fazer promessas e, no entanto, todos os dias, de manhã, à tarde e à noite, vão sendo feitas promessas que não são para cumprir".

"As nossas não são assim", assegurou Rui Moreira, defendendo que "chegou o momento de a cidade fazer uma escolha".

Questionado depois sobre o facto de Rui Rio ter anunciado que deixa nos cofres da Câmara 15 milhões de euros, Rui Moreira disse que "esse é um património da cidade". "Faz parte daquilo que queremos preservar. Nós vamos vencer estas eleições. Vamos zelar pelo património da cidade, não vamos permitir que seja delapidado", prometeu. Mas o candidato não quis comentar o facto do BE ter dito que "há 100 milhões de euros de património que pertencia à cidade que foi alienado nos últimos anos pelo PSD/CDS".

Imobusiness