Autárquicas 2013

Manuel Pizarro quer criar Conselho Municipal do Desporto no Porto

Manuel Pizarro quer criar Conselho Municipal do Desporto no Porto

O candidato do PS à Câmara do Porto, Manuel Pizarro, reafirmou esta segunda-feira a ideia de criar o Conselho Municipal do Desporto e prometeu procurar um "equilíbrio" para ajudar o Boavista Futebol Clube a "ultrapassar as suas graves dificuldades".

"Vamos criar o Conselho Municipal do Desporto, que sentará à mesma mesa a autarquia, através de um vereador de Desporto, as escolas, a universidade, que forma profissionais para esta área, os grandes clubes profissionais e os pequenos clubes de desporto amador, procurando uma estratégia que valorize algo que na história do Porto foi sempre tão importante que é a prática desportiva", disse Manuel Pizarro.

O candidato socialista definiu como "prioridade" nesta área a "difusão da prática junto dos jovens a partir da mais tenra idade", dizendo-se "preocupado" com "a diminuição das atividades de enriquecimento curricular anunciadas pelo Governo".

"A minha visão sobre o assunto é toda ao contrário. Nós devemos aumentar a qualidade e a diversidade das atividades de enriquecimento curricular e uma das áreas é, obviamente, a educação física e o desporto", considerou Pizarro.

Numa visita às instalações do Boavista FC, o candidato ouviu as preocupações dos dirigentes 'axadrezados' e, em declarações à agência Lusa, considerou que esta é uma "grande instituição" que "muito poderá contribuir para fazer do Porto uma grande cidade do desporto".

"Temos de procurar, com equilíbrio, ajudar a que o Boavista ultrapasse as suas graves dificuldades. Teremos de ver como o podemos fazer sem ferir aquilo que são as dificuldades orçamentais que temos, as nossas prioridades com a coesão social e com o emprego, mas tenho a certeza de que com um estado de espírito adequado encontraremos uma forma de cooperação entre o Boavista e o município", concluiu Manuel Pizarro.

Concorrem também à Câmara do Porto Luís Filipe Menezes (PSD/MPT/PPM), Pedro Carvalho (CDU), José Soeiro (BE), Rui Moreira (independente apoiado pelo CDS), Nuno Cardoso (independente), José Carlos Santos (PCTP/MRPP) e José Manuel Costa Pereira (Partido Trabalhista Português).

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG