Autárquicas 2013

Um porto Seguro de emoção na Biquinha

Um porto Seguro de emoção na Biquinha

"Está aqui o Parada a fazer a festa", explicava, ontem, ao telefone, uma habitante do Bairro da Biquinha, em Matosinhos. "Vamos ganhar, só não ganhamos se o povo não for votar", sentenciou Isabel Bulhosa, outra moradora, que se engalanou para a festa socialista e para receber António José Seguro.

Bombos, bandeiras a servir de sombra para tapar o sol da cabeça das crianças, camisolas vermelhas e azuis, apitos pelo amigo Parada. "É da nossa terra", contou Eulália "bombeira", de 71 anos, que da janela de casa, à entrada do bairro, seguia as movimentações. Foi lá que António Parada subiu para a abraçar. "Foi ver-me ao hospital quando tive um AVC... Se estivesse na miséria, eu andava a pedir para ele", disse.

Passados alguns minutos, chegaram o secretário-geral do PS, António José Seguro, e o dirigente socialista Francisco Assis para uma arruada pelo bairro e para "ver situações de pobreza" que António Parada lhes mostrou.

Foi um banho de emoção, de abraços e beijos repenicados. "Uma das melhores receções que já vi neste bairro que me é muito querido", disse, no final António Parada. "Um bairro abandonado pelo atual Executivo, que se desviou dos valores e dos princípios socialistas, esqueceu a pobreza", acusou o candidato do PS. "Acreditem e continuem a confiar no PS e este bairro será reabilitado, garantiu.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG