Autárquicas 2013

Afinal, candidato do PSD a Mesão Frio é elegível

Afinal, candidato do PSD a Mesão Frio é elegível

O Tribunal de Mesão Frio considerou, esta sexta-feira, elegível o candidato social-democrata Marco Teixeira Silva à Câmara de Mesão, depois de este ter apresentado recurso quanto à inelegibilidade concluída inicialmente pela juíza local.

"Acho que se fez justiça e acho que se impediu que alguém conseguisse uma vitória eleitoral na secretaria", afirmou à agência Lusa Marco Teixeira Silva, que se recandidata à autarquia a que presidiu durante cinco mandatos e depois de ter perdido as eleições há quatro anos.

No início da semana, o Tribunal de Mesão Frio concluiu pela inelegibilidade do candidato que encabeça a lista do PSD, depois de uma munícipe ter apresentado um pedido de impugnação da candidatura do social-democrata.

Esta munícipe alegou a incompatibilidade desta candidatura com o facto de o antigo autarca ter sido condenado pela prática do crime de denegação de justiça. O candidato não concordou com a decisão da juíza, até porque, segundo fez questão de frisar, "nem sequer perda de mandato" teve.

O responsável explicou que foi condenado numa questão administrativa que opôs a munícipe aos serviços camarários, apenas porque era o presidente da câmara na altura.

"Eu fui condenado no pagamento de uma indemnização à senhora, mas não fui condenado em perda de mandato. Tanto é que eu estou a exercer neste momento o meu lugar de vereador", sustentou.

Agora, depois de analisar o recurso, o tribunal acabou por decidir pela sua elegibilidade.

PUB

Em 2009, o candidato do PSD perdeu as eleições em Mesão Frio por oito votos para o atual presidente eleito pelo PS, Alberto Pereira.

Agora, Marco Teixeira Silva considera que a "reclamação, que de uma forma cobarde é feita através de uma munícipe, reflete bem o nervosismo que reina do lado de lá".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG