Legislativas 2011

Louçã em 'teatrinho' contra cortes de apoios a estudantes

Louçã em 'teatrinho' contra cortes de apoios a estudantes

Francisco Louçã foi um espectador divertido da "encenação teatral sobre o apoio social escolar" realizada por estudantes de Coimbra nas escadarias da Faculdade de Letras.Os estudantes simularam ao final da manhã desta quarta-feira, um balcão onde várias instituições de crédito tentavam atrair alunos.

"CGD: Endividamento aqui". Santander: "Enriquecemos com o teu empréstimo". BES: "Procuramos estudantes par alimentar lucros", lia-se a banda improvisada.

Com caraças de Passos, Portas e Sócrates os estudantes disseram com humor: "A troika vem negociar os empréstimos aos estudantes pois acabaram as bolsas" E cada um passou a oferecer o seu 'produto' aos potenciais clientes.

No final José Manuel Pureza, cabeça de lista por Coimbra assumia que "a encenação teve uma imensa graça mas que é dramática": Lembrou que com o fim das bolsas cerca de 12 mil estudantes foram excluídos da Universidade. Ou seja "pela primeira de vez após o 25 de Abril, ter dinheiro é a única garantia de acesso à Universidade".

Hoje Pureza teve mais um apoio declarado por parte de Jorge Leite , especialista em Direito do Trabalho.

Jorge Leite foi deputado do PCP na constituinte, e é um reconhecido especialista em direito do trabalho, professor catedrático que teve posições publicas conhecidas contra as alterações ao código do trabalho.