Legislativas 2011

Portas quer "virar a página" do "pesadelo" da governação PS na agricultura

Portas quer "virar a página" do "pesadelo" da governação PS na agricultura

O líder do CDS-PP, Paulo Portas, voltou a defender o mundo rural e desafiou os portugueses a votarem no seu partido para "virar a página" do "pesadelo" que foi a governação socialista na área da agricultura.

"Vamos virar a página deste pesadelo que foi a herança socialista para a agricultura. Os agricultores sabem muito bem quem é que os defendeu, quem os ofendeu e quem é que não se lembrou deles", disse Paulo Portas, nas instalações do Centro Hípico de Portalegre, à margem de um almoço convívio com simpatizantes e militantes do CDS-PP.

O líder centrista prometeu aos agricultores, caso venha a formar governo, manter e tornar "mais forte" o Ministério da Agricultura, atingir a auto-suficiência alimentar global, equilibrar as exportações com as importações e eliminar o défice alimentar no espaço de "sete anos".

Paulo Portas criticou o trabalho do Ministério da Agricultura no desenvolvimento do Programa de Desenvolvimento Regional (PRODER) e também não poupou críticas ao primeiro-ministro, José Sócrates, no que toca à sua posição sobre o mundo rural.

O primeiro-ministro, que "já só tem mais três semanas de primeiro-ministro, nunca percebeu as minhas discussões de agricultura com ele, é que ele achava que era um assunto de bonés", ironizou.

"Nunca percebeu que, na minha geração e na geração a seguir, os meus primos são agricultores e empresários agrícolas, que criam riqueza a partir do mundo rural e acreditam no mundo rural. É uma convicção pessoal e familiar, além de ser uma convicção política", sublinhou.

Paulo Portas defendeu ainda a promoção dos produtos portugueses além fronteiras, dando como exemplo o trabalho que o rei de Espanha tem desenvolvido nessa área para promover os produtos do país.

Em Portalegre, o CDS-PP apresenta como cabeça de lista o cavaleiro tauromáquico e empresário agrícola Paulo Caetano que, no seu discurso de abertura de campanha para as eleições legislativas, atacou também as políticas agrícolas desenvolvidas nos últimos anos pelo PS.

Paulo Portas realizou uma visita ao distrito alentejano de Portalegre, iniciada logo ao início da manhã em Monforte, onde foi recebido no município local pelo presidente Miguel Rasquinho (PS). De seguida, rumou até Alter do Chão, sendo recebido na Coudelaria de Alter pelos administradores da Fundação Alter Real. Durante a arruada em Portalegre, Paulo Portas foi bastante saudado pela população, tendo ainda sido cumprimentado pelo presidente da câmara, Mata Cáceres (PSD).

Outras Notícias