CDU

Jerónimo espera luta de quem votou nos partidos da "troika"

Jerónimo espera luta de quem votou nos partidos da "troika"

O secretário-geral do PCP considerou, este domingo à noite, que "a luta social será inevitável" e envolverá, também, aqueles que votaram "nos partidos da troika" quando se sentirem "enganados" pelos partidos que "esconderam" as medidas que querem aplicar e, nomeadamente, pela campanha de "mentira" e "dissimulação" da Direita.

"Não é preciso ser profeta para saber que essa luta se desenvolverá. E, nessa luta, podem contar com o PCP, com a CDU", afirmou Jerónimo de Sousa, comentando o reforço do número de eleitos da CDU, que conseguiu eleger pelo distrito de Faro.

O combate social surgirá, segundo o líder comunista, quando começarem "a reduzir salários, a alterar a legislação laboral, a congelar pensões", exemplificou.

Jerónimo diz continuar como líder

"Nessa luta não estará só a CDU, mas também" quem "votou noutros partidos" mas "não ficaram esclarecidos" quanto ao programa que socialistas e Direita apoiam.

Jerónimo culpou, depois, o PS e o seu "descrédito" pela vitória da Direita, bem como a campanha "ardilosa" do PSD que ocultou as medidas que tentará aplicar. E disse não ter nenhuma "satisfação particular" perante o facto de ficar à frente do BE.

Questionado sobre se estará na liderança do PCP nas próximas batalhas eleitorais, disse que continuará no cargo enquanto o partido assim o quiser.

PUB

Outras Notícias