O Jogo ao Vivo

eleições legislativas

Partido pelos Animais pode eleger um deputado

Partido pelos Animais pode eleger um deputado

A possível eleição de um deputado do Partido pelos Animais e pela Natureza (PAN) representa a "voz da alternativa" e de "um paradigma completamente diferente", considerou este domingo à agência Lusa o presidente, Paulo Borges

De acordo com a sondagem da Universidade Católica para a RTP, o PAN pode eleger um deputado.

Contactado pela Lusa, o presidente do PAN disse que esta eleicção "correspondia às expectativas desde o início, porque durante a campanha centenas ou mesmo milhares de pessoas foram contactando o partido dizendo que há muito tempo não votavam e que só iam votar porque havia uma alternativa".

Paulo Borges, o cabeça de lista por Lisboa, vê a sua possível eleição com "grande entusiasmo", apesar de ainda assim "lamentar" o valor recorde da abstenção destas eleições legislativas, que se situará entre os 38 e os 45 por cento, segundo as projeções das três televisões.

"Este valor merece uma profunda reflexão dos agentes políticos: a democracia pode estar em causa", considerou.

Questionado sobre qual será a posição do PAN no Parlamento, Paulo Bastos disse que terá "a voz dos que não têm voz: dos animais, dos setores mais desprotegidos da população e da natureza".

"Vamos apresentar propostas de lei e medidas alternativas para sermos uma voz completamente diferente. Mesmo em campanha trouxemos novos temas para a agenda da discussão política: não falámos só de economia e de finanças, não nos limitámos a falar da troika. Falámos da importância da vida além da economia e acho que as pessoas perceberam essa diferença", disse o presidente do partido.

PUB

O partido está a acompanhar a evolução da contagem dos votos com "entusiasmo" e "minuto a minuto".

As três estações de televisão coincidem nas primeiras projeções que apontam para a vitória do PSD e uma maioria PSD/CDS no novo Parlamento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG