República Checa

Cabeça de ouro para as meias finais

Cabeça de ouro para as meias finais

Festa portuguesa em Varsóvia... e no Mundo. A equipa das quinas venceu a República Checa, por 1-0, e garantiu a quarta presença da sua história nas meias finais de um Campeonato da Europa. Cristiano Ronaldo marcou, de cabeça, o golo decisivo de um encontro em que Portugal até podia ter goleado.

Chegaram os quartos de final do Euro 2012 e, com eles, a cautela elevada à décima potência. Rep. Checa e Portugal encararam o jogo com muita calma, sem arriscar e, por isso, os primeiros minutos não trouxeram perigo para qualquer uma das balizas.

Foi preciso esperar até ao minuto 25 para ver alguma emoção em Varsóvia, com um passe de João Moutinho a isolar Ronaldo, mas o árbitro viu falta do avançado português. CR7 começava a aparecer e, até ao intervalo, foi a arma mais perigosa da equipa das quinas.

Tentou um pontapé de bicicleta que saiu ao lado, um livre com o mesmo destino e mesmo em cima do intervalo ficou a centímetros de dar vantagem a Portugal. Um passe soberbo de Meireles, uma receção fantástica de Ronaldo e bola ao poste!

Portugal só podia entrar animado para a segunda parte e, na verdade, foi um autêntico massacre à baliza checa. Hugo Almeida, que tinha entrado a substituir o lesionado Postiga, cabeceou ao lado e, aos 49 minutos, novo episódio do duelo entre Ronaldo e os postes. Um livre fantástico do CR7, pequeno desvio de Cech e bola no ferro!

A pressão era constante, Nani testou os reflexos do guarda-redes e, no mesmo minuto, Hugo Almeida marcou mesmo, mas o lance foi anulado por fora-de-jogo.

O golo era mais do que merecido, mas os portugueses só o festejaram aos 79 minutos. Grande jogada de João Moutinho - grande exibição, aliás -, cruzamento perfeito e uma "bomba" de cabeça de Cristiano Ronaldo. Portugal está nas meias-finais, CR7 já é um dos melhores marcadores do Europeu e, agora, venha a Espanha ou a França!

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG