Fora de Jogo

"Polvo vencedor" provoca o "terceiro trauma laranja"

"Polvo vencedor" provoca o "terceiro trauma laranja"

O "polvo vencedor", com o triunfo da Espanha sobre a Holanda na final no Mundial2010 de futebol, por 1-0, provocou o "terceiro trauma laranja", notícia a imprensa.

O sítio do NRC Handelsblad, da Holanda, responsabiliza Iniesta pelo "fim do sonho", reconhecendo que este golo concretizou o "Mundo Espanha", enquanto o De Volkskrant cita o seleccionador holandês, Bert Van Marwijk, para explicar a derrota: "a melhor equipa ganhou".

 "Terceiro trauma laranja", sublinha sítio na Internet do jornal holandês De Telegraaf, acrescentando que "o Mundial vai para a Espanha, depois de um jogo de nervos" e recordando as derrotas nas finais em 1974, frente à Alemanha, e 1978, contra a Argentina.

O mesmo jornal publica ainda um texto com o título "o polvo Paul estava certo".

"Polvo vencedor. Espanha campeã do Mundo! Iniesta derruba a Holanda. A 'fúria vermelha ganhou a final por 1-0", sublinha o Tuttosport, em Itália, enquanto no Corriere dello Sport, surge em destaque "triunfo Espanha" com a "fúria vermelha".

Na Gazzetta dello Sport, o sucessor dos transalpinos parece ter sido bem aceite, chamando para título "vamos Espanha: Campeões! Primeira vez histórica, Iniesta decide".

"A selecção de Del Bosque bateu por 1-0 a até hoje imbatível Holanda, em Joanesburgo, e conquistou o campeonato. Na segunda parte do prolongamento, depois da expulsão de Heitinga, chegou o golo do médio do 'Barça', aos 116 minutos", detalha a Gazzetta dello Sport.

Segundo o France Football, "o Mundo fala espanhol", recordando a conquista do Euro2008 e a inédita conquista do Mundial, reconhecendo "a arbitragem catastrófica".

Já os franceses do L'Equipe associam a vitória ao cinema com o título "2010, a odisseia da Espanha", enquanto, na Argentina, o Olé destaca a qualidade da equipa espanhola, exclamando: "Que campeão!".

"Ganhou o futebol. Espanha sagrou-se campeã pela primeira vez na sua história. A Holanda bateu-se bem, o árbitro inglês foi muito permissivo mas a equipa de Del Bosque não se intimidou. Com o golo de Iniesta no prolongamento, conseguiu a consagração na África do Sul e a Taça tem novo dono", refere o Olé.

O sítio na Internet da Globo destaca a conquista inédita e "sofrida": "Espanha solta o grito: finalmente campeã!".

Também a imprensa mexicana eleva ao trono os comandados de Vicente Del Bosque, "Espanha, a nova realeza do futebol", assinala o diário Reforma, enquanto o Milénio, destaca "a fúria campeã".

O Reforma comenta que os espanhóis têm uma geração que conseguiu tudo e "conseguiu levantar a Taça do Mundial pela qual tanto lutou e demonstrou, desde 2008, ser a melhor equipa candidata".

"A Espanha acaricia o seu primeiro troféu do Mundial depois de vencer a Holanda, que não se deu por vencida", refere o Milénio.