O Jogo ao Vivo

Guerra

 Líder checheno promovido por Putin a coronel-general

 Líder checheno promovido por Putin a coronel-general

O líder da República Russa da Chechénia, Ramzan Kadyrov, anunciou esta quarta-feira que foi promovido a coronel-general pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, numa altura em que as forças de Moscovo sofrem retrocessos na Ucrânia, adianta a AFP.

"O presidente russo atribuiu-me a patente de coronel-general. O decreto foi publicado (...) Vladimir Vladimirovich informou-me pessoalmente disso e felicitou-me", anunciou o líder checheno através da rede social Telegram, que se mostrou "imensamente grato" pelo "elevado apreço pelos (seus) méritos".

Segundo a AFP, a patente de coronel-general é a terceira mais alta de comando na hierarquia militar russa, depois de general do exército e de marechal de campo.

PUB

Kadyrov era já general das forças militares do interior, da polícia e da Guarda Nacional Chechena.

Desde o início da invasão da Ucrânia pela Rússia, o líder checheno, sobre quem recaem acusações de graves violações dos direitos humanos na Chechénia, tem estado muito ativo.

Na segunda-feira, Kadyrov anunciou que três dos seus filhos adolescentes vão lutar pela Ucrânia e apelou à utilização de "armas nucleares de baixo rendimento" pelas tropas russas para fazer face às dificuldades que enfrentam no terreno.

Ramzan Kadyrov criticou ainda outro coronel-general russo, Alexander Lapin, encarregado das operações em torno de Lyman, uma cidade recentemente retomada pelas forças ucranianas, a quem acusou de não ter conseguido fornecer "comunicações" e "munições necessárias" aos soldados empenhados na defesa da cidade.

O Kremlin elogiou na segunda-feira a "contribuição heroica" de Kadyrov para a ofensiva na Ucrânia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG