Mundo

35 mil assassínios por armas de fogo no Brasil

35 mil assassínios por armas de fogo no Brasil

O número de pessoas assassinadas por arma de fogo no Brasil, em 2010, ascendeu a 35 233, indicam os dados preliminares do Ministério da Saúde.

O número corresponde a 70,5% dos 49 932 assassínios cometidos no último ano. Considerando outros tipos de morte violenta, como suicídios e acidentes, as armas de fogo causaram 38 mil vítimas no Brasil em 2010.

Apesar de ser considerada alta, a taxa de homicídios por arma de fogo no Brasil caiu quando comparada com 2009, ano em que foram contadas cerca de 36 600 mortes.

Os dados foram divulgados pelo secretário executivo do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Barreto, durante um seminário sobre desarmamento, controlo de armas e prevenção da violência, promovido pela representação das Nações Unidas no Brasil em parceria com a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Segundo Luiz Paulo Barreto, apesar das políticas de segurança pública do Ministério da Justiça, acidentes domésticos, conflitos por causa do trânsito e disputas entre vizinhos continuam a provocar mortes devido à disponibilidade de armas de fogo.

Na opinião do responsável, é preciso reduzir o número de armas de fogo nas mãos de civis.

Desde a aprovação do Estatuto do Desarmamento, em 2003, o governo brasileiro promoveu diversas campanhas para recolher as armas que estão nas mãos da população, o que permitiu uma redução de cerca de 10% no número de mortes causadas por este tipo de arma.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG