Málaga

A cápsula que vai levar os mineiros até Julen

A cápsula que vai levar os mineiros até Julen

Com os trabalhos a decorrerem a todo o vapor para chegar a Julen, o menino espanhol de dois anos que, no último fim de semana, caiu num poço com 110 metros, nos arredores de Málaga, as esperanças estão depositadas numa cápsula feita em tempo recorde para baixar mineiros até aos 72 metros de profundidade.

Esta cápsula, com cerca de 300 quilogramas, 1,05 metros de diâmetro e 2,5 metros de altura, vai permitir baixar mineiros dois a dois até à profundidade de 72 metros, onde houve uma derrocada e se estima que o menino esteja preso. Os homens que descerem vão trabalhar em dupla para escavar um túnel horizontal, até chegar ao local onde estará Julen.

A estrutura foi construídas por metalúrgicos da região durante a última semana, seguindo um projeto idealizado pelo diretor técnico do Consórcio Provincial de Bombeiros de Málaga, Julián Moreno.

"Além de ter preparadas condutas de ar, tem também um fundo onde serão depositados os detritos escavados. Cheia, tem capacidade para 500 quilos", explicou Moreno, citado pelo "El Pais", dando conta de que teve a ideia da estrutura numa noite, depois de uma reunião onde se tinha referido a hipótese de baixar um mineiro com corda.

Em caso de resgate, a estrutura consegue suportar três pessoas.

Na empresa metalúrgica que ficou com o projeto, desde quarta-feira que a cápsula se tornou no único trabalho a ser feito ao longo de mais de 14 horas por dias. "Tivemos de telefonar a alguns clientes a explicar", explicou Carlos Tirados ao "Diario Sur", que, no sábado, deu por concluída a encomenda. No local do resgate, já se encontra também a grua que, assim que o furo estiver pronto, vai descer os homens dentro da estrutura metálica.