França

Acusado do rapto de Maëlys Araújo é suspeito de triplo homicídio

Acusado do rapto de Maëlys Araújo é suspeito de triplo homicídio

Nordahl Lelandais, que está acusado de raptar a lusodescendente Maëlys de Araújo, de nove anos, é suspeito num caso de triplo homicídio ocorrido nos Alpes, em França, em 2012.

Segundo avança a imprensa francesa, as autoridades estão a investigar uma nova pista num caso de triplo homicídio ocorrido em 2012, na região dos Alpes. O novo suspeito é Nordahl Lelandais, o homem de 34 anos que está detido por ser o principal suspeito do rapto de Maëlys de Araújo, a lusodescendente que desapareceu na madrugada do dia 27 de agosto, de uma festa de casamento em Pont-de-Beauvoisin, sudeste de França.

Nordahl Lelandais poderá estar envolvido nas mortes do britânico Saad al-Hilli, da mulher, Iqbal al-Hilli, e da mãe desta, Suhaila al-Allaf, cujos corpos foram encontrados numa estrada perto do Lago Anecy, no leste de França, a cinco de setembro de 2012.

Já no início desta semana, Nordahl Lelandais tornou-se também o principal suspeito de um outro desaparecimento, ocorrido em abril. Trata-se de Arthur Noyer, um militar francês conhecido do alegado raptor que foi visto pela última vez quando quando saía de uma festa com amigos, na zona de Chambéry, a poucos quilómetros da residência do suspeito. As autoridades que investigavam o desaparecimento acreditam que Lelandais possa ter dado boleia à vítima.