Interrogatório

Adolescente francesa admite ter mentido sobre suposto sequestro

Adolescente francesa admite ter mentido sobre suposto sequestro

Uma jovem de 17 anos que disse ter sido sequestrada enquanto corria no oeste de França, desencadeando uma busca frenética, admitiu que a sua história era uma farsa.

Durante o interrogatório, a adolescente, identificada como Lisa P., disse que "mentiu" sobre o sequestro por dois homens na segunda-feira e a sua possível fuga no dia seguinte, disse a procuradora pública da cidade de Laval, Celine Maigne.

Os pais da jovem relataram o desaparecimento na noite de segunda-feira, após não ter regressado a casa depois de uma corrida numa floresta perto de casa em Saint-Brice, uma pequena cidade a cerca de 70 quilómetros de Le Mans.

O pai encontrou alguns pertences da adolescente enquanto a procurava. Segundo a rádio local "France Bleu", o pai encontrou um telemóvel e auriculares que pareciam ter vestígios de sangue.

As autoridades enviaram cerca de 200 polícias para o local para uma busca que dominou manchetes. O jornal "Le Parisien", por exemplo, citou colegas de turma que descreveram Lisa como "alguém que nunca teve problemas, muito simpática, simples e pronta a ajudar a qualquer um".

A jovem foi encontrada no dia seguinte num restaurante em Sable-sur-Sarthe, uma cidade a cerca de 10 quilómetros de distância. A adolescente alegou que dois homens a agarraram e a colocaram numa carrinha verde, mas conseguiu escapar.

PUB

Agora, diz "lamentar ter causado uma mobilização em massa" e enfrentará acusações de falsa declaração de crime.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG