Mundo

Ahmadinejad pede intervenção do Conselho de Segurança da ONU

Ahmadinejad pede intervenção do Conselho de Segurança da ONU

O presidente iraniano, Mahmud Ahmadinejad, condenou esta quarta-feira "o comportamento selvagem da polícia britânica" nos motins que abalam o Reino Unido há quatro dias e pediu ao Conselho de Segurança da ONU para intervir, adianta a televisão estatal.

"O comportamento selvagem da polícia britânica é inaceitável", declarou Ahmadinejad à saída do conselho de ministros, de acordo com o "site" da televisão, citado pela agência noticiosa AFP.

"Em vez de terem tal comportamento, os líderes britânicos fariam melhor em ficar ao lado da população e escutá-la. Em vez de enviarem tropas para o Iraque, Afeganistão, Síria para saquear o petróleo, fariam melhor se pensassem na sua população", adiantou.

O Presidente iraniano, que considera que uma parte da população britânica perdeu a paciência e não tem qualquer esperança no futuro, criticou também o "silêncio" das Nações Unidas.

Se um centésimo destes crimes tivesse sido cometido num país hostil ao Ocidente, as Nações Unidas e as organizações que dizem defender os direitos humanos teriam gritado. É um teste ao Conselho de Segurança, para ver se ele se atreve a condenar um dos membros permanentes", concluiu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG