Mundo

Ainda não há pistas das crianças desaparecidas em Córdoba

Ainda não há pistas das crianças desaparecidas em Córdoba

A polícia espanhola prossegue, esta quinta-feira, com as investigações para encontrar as duas crianças desaparecidas em Córdoba. Depois de terem feito buscas infrutíferas no terreno dos avós dos menores, as autoridades voltaram para ali, no início da manhã desta sexta-feira, acompanhadas do pai dos menores.

Os investigadores esforçam-se por encontrar pistas que conduzam à localização das crianças. E isto porque, sexta-feira de manhã, José Breton - o pai de Ruth, de seis anos, e José, de dois anos - volta a ser presente ao juiz. A ele caberá manter o homem detido, ou, pelo contrário, devolvê-lo à liberdade.

Para tanto, é fundamental o resultado das investigações. Só elas poderão provar ou não a tese que levou as autoridades a detê-lo: homicídio dos menores.

De acordo com a imprensa espanhola, desconhece-se se as autoridades já terão obtido os indícios suficientes que suportem a acusação.

O facto é que os investigadores passaram a quarta-feira nos terrenos pertencentes aos pais de José Breton, com uma área de seis mil metros quadrados, à procura dos corpos com a ajuda de cães pisteiros e de um geo-radar. Os pontos assinalados quer pelos cães quer pelo equipamento foram analisados sem qualquer resultado.

A imprensa especula sobre a possibilidade de a polícia ter obtido algumas provas, na medida em que, na manhã desta quinta-feira, regressou aos terrenos.

Recorde-se que os registos de comunicação por telemóvel situaram José Breton na propriedade dos seus pais por ocasião do suposto desaparecimento das crianças. Segundo ele, nesse momento, encontrava-se a passear com os filhos no parque Cruz Conde, em Córdoba, quando, num momento de distracção, os filhos desapareceram.

PUB

Até ao momento, não existe qualquer testemunha que confirme ter visto o homem a passear no jardim com as crianças, apesar de ser um local muito frequentado pela população local. De igual forma, as câmaras de videovigilância detectaram a sua chegada ao parque. Contudo, encontrava-se sozinho, além de ter chegado ao local num momento em que as crianças já tinham desaparecido.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG