Ucrânia

Alemanha garante que nunca reconhecerá referendos sobre anexação

Alemanha garante que nunca reconhecerá referendos sobre anexação

A Alemanha nunca vai reconhecer os resultados dos referendos sobre a anexação de territórios ucranianos pela Rússia, que considera fictícios, garantiu esta quarta-feira o chanceler alemão, Olaf Scholz.

"A Alemanha nunca reconhecerá os resultados. Vai continuar a apoiar a Ucrânia politicamente, financeiramente, com ajuda humanitária e na defesa da sua soberania e integridade territorial, incluindo pela entrega de armas", afirmou Scholz num comunicado do Governo alemão, divulgado após uma conversa telefónica entre o chanceler e o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

Durante a conversa, os dois líderes falaram sobre "a situação militar, política e económica da Ucrânia e sobre as possibilidades de um apoio suplementar assente na reconstrução" do país e prometeram "ficar em contacto".

PUB

As autoridades pró-russas das regiões ucranianas de Zaporijia, Kherson, Lugansk e Donetsk anunciaram na terça-feira a vitória do "sim" à anexação pela Rússia em referendos organizados por Moscovo e considerados inválidos por Kiev e pelos seus aliados ocidentais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG