Alemanha

SPD de Martin Schulz não fará aliança governamental com Merkel

SPD de Martin Schulz não fará aliança governamental com Merkel

O Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD) anunciou que não está disponível para formar um governo de coligação com a CDU de Angela Merkel, terminando assim a "grande coligação" que governou o país nos últimos quatro anos.

"Esta tarde termina o trabalho com a CDU e a CSU", os dois partidos conservadores liderados por Angela Merkel e que governavam em coligação com o partido de Martin Schulz desde 2013.

"Nós recebemos um mandato claro dos eleitores para ir para a oposição", disse Schulz, admitindo "um dia difícil e amargo para a social-democracia alemã".

Referindo-se à entrada da extrema-direita no Parlamento, com pelo menos 13% dos votos, segundo as sondagens, Schulz disse que é "uma cisão que nenhum democrata pode ignorar".

A ida para a oposição do SPD impede que os nacionalistas da extrema-direita sejam o principal partido da oposição, mas deixa Merkel sem maioria no Bundestag.

PUB

A CDU da chanceler Angela Merkel venceu as eleições legislativas com 33,5% dos votos, seguida dos sociais-democratas do SPD e do partido Alternativa para a Alemanha, de extrema-direita, segundo uma projeção divulgada pela televisão pública ZDF.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG