O Jogo ao Vivo

EUA

Amazon nega que motoristas tenham de urinar em garrafas. Mas cá estão elas

Amazon nega que motoristas tenham de urinar em garrafas. Mas cá estão elas

Os supostos abusos cometidos pela Amazon voltam mais uma vez a dar que falar, depois de um congressista do Wisconsin ter lançado mais uma acha para a fogueira que vai queimando a reputação da tecnológica norte-americana.

"Pagar 15 dólares à hora [quase 13 euros] aos trabalhadores não torna o 'local de trabalho progressista' quando se combate os sindicatos e faz os trabalhadores urinarem em garrafas de água", escreveu no Twitter o democrata Mark Pocan, na quarta-feira. A reação da Amazon não tardou: "Não acreditam mesmo que urinar em garrafas de plástico é real, pois não? Se isso fosse verdade, ninguém trabalharia para nós." Será assim? Os trabalhadores mostram que não.

Por muito que custe a crer, a revista "Motherboard", suplemento sobre tecnologia lançado pela empresa de comunicação social "Vice", dá conta de vários motoristas de entregas da Amazon que se veem mesmo obrigados a urinar em garrafas de plástico e copos de café quando estão de serviço, facto que está "bem documentado" e que é um "grande ponto de debate" entre muitos estafetas pelo país inteiro.

A explicação está na pressão com que lidam para completarem o serviço o mais rapidamente possível, sendo que estamos a falar de motoristas que entregam até 300 encomendas por dia em turnos de 10 horas, e para quem gastar tempo a procurar casas de banho nem sempre é opção. "Somos pressionados a terminarmos o percurso antes de anoitecer e ter que encontrar uma casa de banho implicaria fazer um desvio de 10 minutos para encontrar uma, (...) o que significa mais 20 a 30 minutos de ida e volta", explicou à "Motherboard" um motorista da empresa, contando que, como os motoristas bebem muita água durante o dia, a necessidade de urinar sem sair das carrinhas é regular.

"Posso dizer que se eu conduzisse até encontrar uma casa de banho, teria de entregar encomendas a noite toda e isso poderia significar castigos, que levariam ao despedimento." E, por isso, urina numa garrafa: "Na parte de trás da carrinha, longe de quaisquer pacotes. E limpo as minhas mãos com desinfetante porque sei que isso é nojento".

PUB

"Todos fazem isso", confirmou outro motorista, que usa os copos onde antes bebeu café. "Os melhores motoristas recebem horas extras, por isso há incentivo para economizar tempo."

No Twitter e no Reddit, há dezenas de tópicos sobre o assunto e centenas de comentários de motoristas que reutilizaram garrafas, copos, sacos e até embalagens de batatas fritas, para evitarem sair das carrinhas. De acordo com um anterior artigo da "Motherboard", a Amazon tem até equipas inteiras dedicadas ao controlo da intervenção dos trabalhadores nas redes sociais.

I've found piss bottles from other drivers, but now from the warehouse too... from r/AmazonDSPDrivers

Don"t have a pee bottle desperate times call for desperate measures. from r/AmazonDSPDrivers

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG