Reino Unido

Boris Johnson "muito triste por deixar o melhor emprego do Mundo"

JN

"Estou muito triste por deixar o melhor emprego do Mundo", diz Boris Johnson

Foto Epa/neil Hall

Boris Johnson anunciou a demissão de líder do Partido Conservador, mas fica no Governo até ser eleita uma nova liderança nos "Tories", no outono.

"Estou muito triste por abandonar o melhor emprego do Mundo", disse Boris Johnson, numa declaração à porta da residência oficial, o n.º 10 de Downing Street, em Londres.

Boris Johnson admite que não queria sair e assume que não conseguiu convencer os colegas de Executivo, acedendo a resignar, a prazo. Deixa o partido mas fica no Governo até outubro, quando for eleito um novo líder dos Conservadores, que assumirá o cargo de primeiro-ministro.

"O Partido Conservador deve ter um novo líder e a escolha começa agora", disse Johnson, anunciando que na próxima semana será elaborado um calendário que vai levar à eleição de um novo "boss" para os "Tories", que será depois indigitado primeiro-ministro.

A resolução de Boris foi anunciada horas depois do anúncio da demissão do ministro britânico para a Irlanda do Norte, Brandon Lewis, quando mais 40 membros do Executivo já tinham saído em protesto contra o primeiro-ministro.

Além de Brandon Lewis, demitiram-se, esta quinta-feira, a nova ministra da Educação, Michelle Donelan, nomeada na quarta-feira, e o novo ministro das Finanças, Nadhim Zahawi, que apelou a Boris Johnson para "se demitir".

Relacionadas