EUA

Namorado de Gabby Petito confessou o crime antes de morrer

JN

Brian Laundrie foi sempre o principal suspeito da morte da namorada, Gabby Petito

Foto Afp

Brian Laundrie, o namorado de Gabby Petito, confessou, numa nota escrita antes de morrer, que tinha sido o responsável pelo homicídio da jovem norte-americana, segundo o FBI. Brian era, desde o início das investigações, o principal suspeito do crime.

O FBI revelou, numa nota no Twitter, que Brian Laundrie deixou uma confissão escrita do homicídio, num caderno, antes de por fim à própria vida. A nota foi encontrada junto dos restos mortais do jovem, num pântano da Florida, em outubro do ano passado.

"A investigação não identificou outros indivíduos, além de Brian Laundrie, diretamente envolvidos na trágica morte de Gabby Petito", explicou Michael Schneider, o agente especial encarregado da Divisão de Denver do FBI, no comunicado divulgado na sexta-feira.

Uma vez que "todas as etapas lógicas da investigação já foram concluídas", o caso deverá ser encerrado nos próximos dias.

Gabby e Brian, de 22 e 23 anos, embarcaram numa viagem de carrinha pelos EUA em julho de 2021. A jovem foi vista pela última vez no dia 24 de agosto, quando estava a sair de um hotel em Salt Lake City, e nesse mesmo dia fez uma última videochamada com a mãe. Desde então todas as mensagens que Gabby trocou com a família, sabe-se agora, foram escritas por Brian, para despistar os familiares e levar a crer que a jovem ainda estaria viva.

O corpo de Gabby esteve no deserto de Wyoming durante um mês antes de ser encontrado em meados de setembro. A autópsia revelou que foi estrangulada.

Inesperadamente, quando ainda não se sabia o que tinha acontecido, Brian regressou a casa no dia 1 de setembro, dez dias antes de a família da jovem a dar como desaparecida. O namorado recusou-se sempre a falar sobre o que tinha acontecido e por isso foi considerado uma "pessoas de interesse" no caso.

Dois dias depois foi dado como desaparecido pela família e uma caça ao homem começou. Após várias semanas de buscas, os restos mortais de Brian foram encontrados a 20 de outubro numa reserva natural na Florida. O jovem suicidou-se com um tiro na cabeça.

O caso que foi noticiado um pouco por todo o mundo está agora perto do fim.

Relacionadas