Compras-surpresa

Animais domésticos descobertos na China em pacotes de encomendas

Animais domésticos descobertos na China em pacotes de encomendas

Cerca de 160 animais presos em pacotes foram encontrados esta semana dentro de um camião na China, incluindo vários mortos por sufoco, devido a uma moda de compras-surpresa entre os consumidores chineses.

Os pacotes foram encontrados por voluntários do abrigo de animais Aizhijia, num camião da empresa de logística ZTO, na cidade de Chengdu, centro da China.

Os animais sobreviventes estão a ser acompanhados por um veterinário, informou a Aizhijia nas redes sociais chinesas.

Como a porta do camião estava fechada, alguns animais sufocaram, escreveu a mesma fonte.

A ZTO pediu desculpa e explicou que as remessas foram feitas por portais de comércio eletrónico.

A sua filial em Chengdu, que fez a entrega, terá que realizar uma "inspeção interna exaustiva" e os seus funcionários vão passar por um "treino sobre regras de segurança", acrescentou a empresa.

A entrega de animais em encomendas é proibida no país, mas está em voga há vários anos a compra de presentes surpresa. Ou seja, fazer uma compra online cujo conteúdo é desconhecido.

PUB

Em 2019, este mercado estava avaliado em cerca de mil milhões de euros, segundo a empresa de pesquisas de mercado Qianzhan Intelligence.

A "hashtag" "animal em pacote mistério" teve 420 milhões de referências no Weibo, o Twitter chinês.

"Esta não é uma moda fofa ou um brinquedo do qual nos livramos da noite para o dia. Estes pacotes-surpresa fazem-me achar que vivemos numa sociedade louca e assustadora", comentou um internauta.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG