Covid-19

Ano e meio depois, Canadá abre as fronteiras aos norte-americanos vacinados

Ano e meio depois, Canadá abre as fronteiras aos norte-americanos vacinados

Turistas norte-americanos cruzaram, esta segunda-feira, a fronteira entre Canadá e EUA, o limite terrestre mais extenso do mundo, depois de Ottawa ter deixado cair a exigência de quarentena aos visitantes do país vizinho que estiverem 100% vacinados.

"É maravilhoso", disse à AFP Vicki Poulin, uma das visitantes, sobre a reabertura da fronteira, após o seu encerramento, há 17 meses, para viagens não essenciais para conter a propagação do novo coronavírus. "Estamos muito felizes de estar aqui".

A canadiana, que reside em Queensbury, Nova Iorque, o marido norte-americano e sua cadela Sully costumavam viajar todos os meses até Montreal para visitar os familiares. Porém, por causa da medida, já não os viam desde março de 2020.

Está autorizada entrada de cidadãos norte-americanos e dos residentes permanentes que estejam completamente vacinados com uma vacina aprovada pelas autoridades canadianas pelo menos 14 dias antes da chegada ao território. Os viajantes também devem estar assintomáticos quando cruzarem a fronteira.

A maioria ouvida pela AFP contou que a entrada deu-se sem problemas e com filas bem menores do que se esperava.

Estas mudanças acontecem numa altura em que o número de casos de covid-19 volta a crescer na América do Norte devido à variante delta. Ottawa e Washington enfrentavam uma pressão crescente de grupos de viagens e turismo para aliviar as restrições de viagens e fronteiras.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG