Mulhouse

Antigo campeão olímpico francês acusado de agressão sexual de menor

Antigo campeão olímpico francês acusado de agressão sexual de menor

O antigo campeão olímpico francês de natação Yannick Agnel, acusado de agressão sexual a uma menor de 15 anos, reconheceu a veracidade dos factos perante a justiça, anunciou uma representante do ministério público do tribunal de Mulhouse.

A procuradora Edwige Roux-Morizot referiu que Yannick Agnel afirmou não "ter tido a sensação de ter coagido a vítima", acrescentando que a possível existência de crime se deve à diferença de idade entre o alegado agressor e a vítima.

Os alegados factos remontam a 2016, quando o antigo nadador tinha 24 anos, e envolvem Naome Horter, filha do então treinador de Agnel, que na altura tinha 13 anos.

A procuradora referiu que, apesar de ter sido solicitada a prisão Yannick Agnel, "sobretudo para evitar qualquer pressão sobre a vítima", o juiz decidiu impor medidas mais leves, entre as quais a proibição de contactar a família de Naome Horter.

Yannick Agnel, de 29 anos, conquistou duas medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos Londres2012, nos 200 metros livres e na estafeta 4x100 metros livres, provas nas quais se sagrou campeão mundial em 2013.

O antigo nadador, que se dedicou aos e-sports e trabalha com vários órgãos de comunicação franceses, foi detido na quinta-feira, na sequência de uma denúncia apresentada no verão pela família de Naome Horter, e esteve detido dois dias, até ser presente, no sábado, a um juiz de instrução.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG