Austrália

Antigo polícia australiano acusado de mais de 100 crimes sexuais

Antigo polícia australiano acusado de mais de 100 crimes sexuais

Um antigo polícia australiano foi acusado de cometer mais de 100 crimes sexuais, incluindo violações de dezenas de mulheres que conheceu online desde 2010.

O homem, de 50 anos, trabalhou para a polícia do Estado da Austrália Ocidental até maio de 2018 e enfrenta 34 acusações de violação, 32 de penetração sexual agravada sem consentimento e oito acusações de drogar as vítimas, entre outros crimes.

A polícia australiana pediu às vítimas deste homem "com comportamento sexual predatório" que entrassem em contacto com as autoridades, pois a investigação sobre o caso está ainda em curso.

A mesma fonte adiantou que o suspeito deverá ser presente em tribunal, nos próximos dias, em Perth, no leste do país, para a leitura formal das acusações.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG