O Jogo ao Vivo

EUA

Arizona proíbe aborto em quase todos os casos

Arizona proíbe aborto em quase todos os casos

Um tribunal do Arizona, no sudoeste dos Estados Unidos, decidiu na sexta-feira a favor do governo do estado e permitiu a aplicação de uma lei que proíbe o aborto em quase todos os casos.

A juíza do condado de Pima, Kellie Johnson, decidiu levantar um bloqueio de quase 50 anos, depois de o Supremo Tribunal dos EUA ter derrubado em junho as proteções contra o aborto a nível do país e permitido que cada estado estabelecesse leis próprias. Agora, no Arizona, a interrupção voluntária da gravidez passa a estar proibida em todos os casos, exceto naqueles em que a vida da mãe está em perigo.

Desde a decisão do Supremo Tribunal, que reverteu uma lei de 1973, conhecida como "Roe v. Wade", vários estados controlados pelos republicanos aprovaram ou restabeleceram leis antiaborto.

PUB

Em meados deste mês, as legislaturas estatais da Virgínia Ocidental proibiram o aborto por lei em quase todas as circunstâncias, com exceções para casos de violação, incesto ou quando a vida da mãe está em perigo. Até então, o aborto tinha sido legal na Virgínia Ocidental até às 20 semanas de gestação. Em agosto, o estado do Indiana, também dominado pelos republicanos, foi o primeiro a dar este passo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG