Exclusivo

As políticas de Trump que Biden já reverteu

As políticas de Trump que Biden já reverteu

Presidente dos EUA assinou 17 novas diretivas federais só no 1.º dia de governação, e 30 ao fim da 1.ª semana. A maioria é para anular "políticas ruinosas" do seu antecessor. Outras restabelecem a normalidade, após os anos caóticos de Trump.

Fortalecer a proteção para jovens imigrantes, sobretudo crianças; parar imediatamente com a construção do muro na fronteira EUA-México, que era uma bandeira do mandato de Donald Trump; acabar com a proibição das viagens imposta a muitos países islâmicos; dar prioridade à igualdade racial e de género; e reforçar o combate à pandemia do coronavirus: estes foram os temas prioritários das primeiras ordens executivas assinadas por Joe Biden, o democrata que foi empossado 46.º presidente dos EUA em 20 de janeiro de 2021.

Só no primeiro dia de trabalho, Biden assinou 17 ordens executivas urgentes, tornando imediatamente explícito que o presidente, mais do que construir já um legado democrata próprio, está preocupado em "desfazer as políticas erradas e prejudiciais para a América" empreendidas pelo seu antecessor. Apesar de possuir maioria nos dois ramos do Congresso (Câmara dos Representantes e Senado), que é o orgão legislativo nacional, Biden tem preferido, para já, governar através de ordens executivas, que são imediatas e têm o mesmo peso da lei.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG