EUA

Atacou sexualmente mulher que dormia ao lado no avião

Atacou sexualmente mulher que dormia ao lado no avião

Um tribunal norte-americano condenou um homem indiano a nove anos de prisão por ter atacado sexualmente uma mulher que seguia ao seu lado num avião, mos EUA.

Prabhu Ramamoorthy, de 34 anos, estava sentado entre a sua mulher e a vítima, que, de acordo com o que diz a BBC, estaria a dormir durante o ataque.

A mulher, de 22 anos, disse à polícia que quando acordou estava com a camisa e as calças desabotoadas e o homem tinha as mãos dentro das suas calças.

O homem negou as acusações, explicando que também estava a dormir, depois de ter tomado um comprimido, e que, dessa forma, não poderia ter cometido o ataque.

A mulher de Prabhu também negou as acusações feitas ao marido, atirando as responsabilidades para a vítima por esta estar deitada a dormir nos joelhos do marido.

Depois de se ter queixado às comissárias de bordo, a mulher foi colocada num lugar diferente no avião. O homem acabaria por ser detido assim que o avião aterrou, explica o jornal "The Washington Post".

"O que torna esta ofensa particularmente grave é o facto de ter acontecido num avião. Ele teve coragem de fazer isto em público, ao lado da própria mulher, onde todas as pessoas podiam ver", explicou ao "Post" a procuradora federal Amanda Jawad.

Depois de cumprir a sentença, o homem vai ser deportado para a Índia.