Terrorismo

Autora de ataque a mesquita nos EUA condenada a 53 anos de prisão

Autora de ataque a mesquita nos EUA condenada a 53 anos de prisão

A autora de um ataque que provocou um incêndio numa mesquita no Minnesota, nos Estados Unidos, em 2017, foi condenada na segunda-feira a 53 anos de prisão, informou o Departamento de Justiça norte-americano.

Na leitura da sentença, o juiz federal Donovan W. Frank, citado pela agência Efe, considerou o ataque, que causou danos materiais, um ato premeditado e sofisticado de "terrorismo doméstico".

O tribunal considerou provado que Emily Claire Hari, de 41 anos, fundou no verão de 2017 a milícia "The White Rabbits", no Illinois, tendo recrutado pelo menos mais dois membros, Michael McWhorter e Joe Morris.

Os dois declararam-se culpados pela participação no ataque, aguardando ainda a leitura da sentença.

De acordo com o comunicado do Departamento de Justiça, o ataque foi motivado por ódio racial, tendo Hari decidido atacar a mesquita para passar a mensagem de que os muçulmanos não são bem-vindos nos Estados Unidos.

Na noite de 4 para 5 de agosto de 2017, o grupo viajou num veículo alugado até Bloomington, no Minnesota, com o objetivo de atacar o Centro Islâmico dar Al Farooq, segundo a mesma fonte.

Sob as ordens de Hari, a milícia lançou um explosivo através da janela do gabinete de um imã, provocando um incêndio e danos materiais.

PUB

Na altura do atentado, estavam no local duas dezenas de pessoas, que ajudaram a combater o fogo antes da chegada dos bombeiros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG