O Jogo ao Vivo

Espanha

Autoridades mais perto de chegar ao crocodilo visto no Douro

Autoridades mais perto de chegar ao crocodilo visto no Douro

As autoridades de Valladolid detetaram novas pistas que podem levar à localização do crocodilo avistado na bacia do Douro.

Biólogos, elementos da Guardia Civil e especialistas em répteis encontraram novos vestígios deixados pelo crocodilo, que se encontrará entre as águas do rio Pisuerga e do rio Douro, na cidade de Simancas, em Valladolid. De acordo com as autoridades, o animal terá entre um metro e meio a dois metros e pertence a uma espécie muito agressiva, o crocodilo-do-nilo, um dos sáurios mais perigosos do Mundo. Segundo alguns órgãos de comunicação locais, terá escapado de uma casa nas imediações, onde estaria mantido preso.

As buscas pelo réptil contaram, esta segunda-feira, com peritos do Ministério da Transição Ecológica e do Desafio Demográfico, que se juntaram a um dispositivo que, desde sábado, tenta localizar o réptil na confluência dos dois rios, na zona da Pesqueruela, avançou o "Diario de Valladolid", que divulgou imagens da operação. De acordo com a Polícia local, os biólogos mobilizados para o caso colocaram alguns iscos na água para tentarem localizar o crocodilo.

Tendo em conta o perigo que o animal pode constituir para as pessoas, as autoridades aconselham especial precaução e pedem a pescadores e canoístas que evitem a bacia do Douro, onde o crocodilo foi avistado. Os autarcas de Villamarciel, San Miguel del Pino e Tordesillas emitiram alertas a recomendar "especial cuidado" a todos os que se acerquem de zonas ribeirinhas, até que o animal seja capturado.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG