Múrcia

Avião militar cai ao mar em Espanha e faz um morto. É o terceiro em seis meses

Avião militar cai ao mar em Espanha e faz um morto. É o terceiro em seis meses

Um avião militar da Academia General del Aire caiu esta quinta-feira no mar ao largo da costa de La Manga del Mar Menor, em Múrcia, Espanha. É o terceiro acidente com um avião da mesma academia nos últimos seis meses. Morreu o piloto, membro da Patrulha Águila.

O acidente ocorreu na tarde desta quinta-feira, entre os quilómetros 5 e 6 de La Manga del Mar Menor, perto da costa da cidade de San Javier. Segundo os Serviços de Emergência, foram os populares de San Javier que alertaram as autoridades.

A Força Aérea também confirmou o acidente através do Twitter e informou que o avião acidentado era um C-101 da Academia General del Aire. O acidente decorreu durante um voo de treino, matando Eduardo Garvalena, comandante do avião.

Este é o terceiro acidente de um avião da Academia General del Aire nos últimos seis meses. Os dois anteriores ocorreram nos meses de agosto e setembro. Em ambos, os tripulantes morreram.

O primeiro acidente ocorreu em 26 de agosto do ano passado. Também foi um avião C-101 que caiu ao mar ao largo da costa de La Manga. Morreu o comandante Francisco Marín, piloto da Patrulla Águila e instrutor da Força Aérea.

O segundo acidente ocorreu poucas semanas depois, em 18 de setembro, também nas águas da costa de La Manga. Morreram o comandante Daniel Melero e a alferes Rosa María Almirón.

Os modelos C-101 estão na fase final de "vida útil" e serão substituídos por 24 aviões Pilatus de treino, cuja chegada à Academia General del Aire está prevista para o final deste ano com o objetivo de serem usados para treino a partir de setembro de 2021.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG