Rússia

Avião russo desaparecido dos radares na Sibéria foi localizado

Avião russo desaparecido dos radares na Sibéria foi localizado

Um avião Antonov An-28, com 17 pessoas a bordo, que desapareceu esta sexta-feira dos radares, na região de Tomsk, oeste da Sibéria, na Rússia, já foi localizado e os sobreviventes foram vistos.

De acordo com o Ministério de Emergências da Rússia, o avião desapareceu na região de Tomsk porque teve de fazer uma aterragem forçada depois de um dos seus dois motores ter falhado.

"O local da aterragem de emergência do avião foi localizado e os sobreviventes foram vistos", avançou o ministério em comunicado.

As autoridades tinham informado anteriormente que o avião fazia um voo de ligação entre Kedrovy e Tomsk quando "deixou de comunicar e foi detetado um sinal de pedido de socorro".

"O avião teria 17 pessoas a bordo, incluindo três tripulantes e quatro crianças", acrescentaram, em comunicado, especificando que dois helicópteros Mi-8 tinham sido enviados em missão de busca do avião desaparecido.

A Rússia melhorou significativamente a segurança da sua aviação desde os anos 2000, quando as principais companhias aéreas do país mudaram de antigas aeronaves soviéticas para aviões mais modernos.

Problemas de manutenção e, às vezes, falta de conformidade com as regras de segurança ainda são um problema, nomeadamente em áreas remotas do país, onde aviões ou helicópteros são veículos preferenciais para ligar localidades remotas.

PUB

Na semana passada, um avião da era soviética An-26 caiu na remota península de Kamchatka, matando todos os seus 28 passageiros e tripulantes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG