Escócia

Baleia grávida morre emaranhada em rede de pesca

Baleia grávida morre emaranhada em rede de pesca

Uma baleia grávida foi encontrada morta e emaranhada numa rede de pesca na ilha de Sanday, no arquipélago de Órcades, na Escócia.

Especialistas citados pela imprensa britância disseram que a rede em causa estava enrolada na boca do animal, uma baleia-de-minke, popularmente conhecida como baleia-anã, com mais de 8 metros de comprimento.

De acordo com o "Scottish Marine Animal Stranding Scheme", associação escocesa que resgata animais marinhos, a baleia sofreu uma morte agonizante. "Mais uma baleia encontrada vítima de emaranhamento, desta vez uma baleia-de-minke adulta, enrolada em redes de pesca", pode ler-se num relatório do grupo, citado pelo jornal "The Times".

"Estava em excelente condição física e grávida de um feto. Ter-se-ia enredado recentemente numa rede de pesca descartada ou perdida - que depois ficou presa na boca do animal (...) e que terá levado a um exaustivo fim de vida", devido à dificuldade em mover-se e alimentar-se.

As redes de pesca são uma preocupação global crescente para ambientalistas, representando um enorme risco para a vida marinha quando são descartadas para o mar.

Na segunda-feira, um pescador alertou as autoridades para uma outra baleia presa nas suas cordas de pesca na ilha de Westray, no mesmo arquipélago. O animal conseguiu ser libertado com sucesso com a ajuda de uma equipa de resgate de vida marinha.