EUA

Barack Obama: "Quero que saibam que todas as vidas importam"

Barack Obama: "Quero que saibam que todas as vidas importam"

Barack Obama elogiou os jovens negros por se insurgirem contra o racismo e a brutalidade policial.

O ex-presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama, enviou uma mensagem de gratidão aos jovens negros, que, segundo expressou num vídeo divulgado, esta quarta-feira, pela comunicação social internacional, "testemunharam muita violência e muita morte".

Obama realçou que o ativismo de todos estes jovens é uma "fonte de esperança" para si mesmo. "Quero que saibam que todas as vidas importam", aludindo aos recentes protestos pela morte de George Floyd, negro, morto por um polícia branco.

"Quero que vocês saibam que as vossas vidas são importantes, que os vossos sonhos são importantes", reiterou Barack Obama.

"Devemos aprender a viver uma vida de alegria, sem a necessidade de preocupação com o que acontecerá se formos ao supermercado ou fazer uma corrida ou formos para a rua ou simplesmente estivermos a olhar alguns pássaros de uma maneira diferente", explicou.

Esta não é, no entanto, a primeira vez que Obama comenta publicamente os protestos de âmbito nacional desencadeados pelo homicídio de George Floyd pela polícia, assinalando um nível de envolvimento fora do comum para um ex-presidente.

No vídeo, Obama condenou os manifestantes que recorreram à violência - incluindo destruir estabelecimentos comerciais - pedindo-lhes que, em vez disso, estabelecessem um exemplo de como a sociedade americana deveria ser, comparando a multidão que saiu à rua em nome do movimento "Black Lives Matter" a outros líderes dos direitos civis, incluindo Martin Luther King Jr., Cesar Chavez e Malcolm X.

"Vocês ajudaram a que o país inteiro percebesse que algo precisa mudar", relatou.

O ex-presidente dos EUA reconheceu, por outro lado, que muitos membros da polícia também querem mudanças, mencionando aqueles que se ajoelharam ao lado dos manifestantes em solidariedade e se abriram ao diálogo.

"De certa forma, por mais trágicas que tenham sido essas últimas semanas, por mais difíceis, assustadoras e incertas que tenham sido, elas têm sido uma oportunidade incrível para as pessoas despertarem para uma sociedade limpa de racismo", terminou Barack Obama.

Outras Notícias