Alemanha

Berlim junta música e ampolas para atrair jovens nas "noites da vacinação"

Berlim junta música e ampolas para atrair jovens nas "noites da vacinação"

Berlim estreia, esta segunda-feira, a iniciativa "Lange Nacht des Impfens" (Longa Noite de Vacinação), que junta mais de duas dezenas de dj's, e a possibilidade de ser vacinado contra a covid-19.

O objetivo, revelou o Departamento de Saúde do Senado de Berlim, é atrair os jovens a um dos principais postos de vacinação da cidade, o Arena, habitual palco de espetáculos na cidade.

A iniciativa, destinada a maiores de 16 anos, não obriga a registo e é gratuita. Também não é necessária a apresentação de documento de identificação, garantem as autoridades.

As vacinas da Pfizer-BioNTech e da Johnson&Johnson serão administradas das 20 horas à meia-noite. Os jovens que tenham entre 16 e 18 anos precisam do consentimento assinado pelo responsável legal.

No total, estão previstas três noites, a 9, 11 e 13 de agosto, com a presença de dj's a viver em Berlim como "Basti Tiefschwarz", "DJ What" ou "Gloria Viagra".

"Berlim pode vacinar, Berlim pode festejar - agora estamos a fazer as duas coisas juntas", sublinhou Dilek Kalayci, senador com a pasta da saúde.

Os artistas que atuam durante as três noites no Arena Berlim, têm estado a trabalhar nos centros de vacinação da cidade, considerando esta a melhor forma de ajudar e poder voltar a fazer aquilo que gostam.

PUB

Mais de 54% da população na Alemanha já recebeu a vacinação completa, mas o progresso está a desacelerar, o que faz com que muitos estados estejam a discutir novas medidas para cativar mais gente.

De acordo com o Instituto Robert Koch, a campanha de vacinação contra o coronavírus evitou cerca de 38 mil mortes durante a terceira onda.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG